Cirurgia de Trombose

Quando a Cirurgia de Trombose é necessária?

As doenças vasculares acometem um grande número de pessoas no Brasil e a principal razão disto está na manutenção dos maus hábitos. A trombose é uma destas doenças e a falta de tratamento pode trazer sérias complicações. Em muitos casos, a cirurgia de trombose é a única solução possível para o problema.

Sabe o que é trombose? Se ainda não, continue conosco e aprenda tudo sobre essa patologia.

O que é trombose?

A trombose é uma doença conhecida como TVP – Trombose Venosa Profunda e em 90% dos casos, segundo a Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV), é causada pela formação de um coágulo sanguíneo em uma ou mais veias dos membros inferiores. 

Contudo, a trombose também pode ocorrer nas artérias, bloqueando-as completamente. O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é um tipo de trombose que acomete as artérias do cérebro, bloqueando o fluxo sanguíneo e podendo causar um infarto cerebral. 

Nesses casos, quando não há tratamento, são grandes as possibilidades de ocorrer a gangrena dos tecidos e, consequentemente, a amputação do membro. Já nos quadros de TVP, a evolução da doença pode causar embolia pulmonar e, em razão disso, ocasionar a morte do paciente.

Como diagnosticar a doença?

A trombose, tanto venal quanto arterial, possui grupos e fatores de risco que potencializam as chances de um futuro diagnóstico da doença. Em quadro de trombose venosa profunda, esses fatores são:

  • O uso de pílula anticoncepcional, pois a terapia hormonal oferece riscos a mulheres com mais de 35 anos de idade;
  • Permanecer sentado por muito tempo também dificulta a circulação sanguínea;
  • Histórico familiar de anormalidade genética no sistema circulatório;
  • O aumento de peso ocasionado pela gravidez pode ser um agravante quando há casos da doença na família;
  • O tabagismo facilita a coagulação do sangue e deve ser evitado, assim como a obesidade, pois aumenta a pressão sob as veias.
  • Pessoas que têm varizes ou idade avançada.

Já a trombose arterial tem nos idosos, fumantes, hipertensos e diabéticos os perfis mais propensos a desenvolverem a doença. O diagnóstico da TVP é difícil de ser feito, pois, na maior parte dos casos, é uma patologia assintomática, ou seja, não apresenta sintomas que indicam sua presença. 

A trombose nas artérias dos membros inferiores apresenta alguns sinais, como: dor intensa, palidez, incapacidade de andar e dormência.

Em quais casos a cirurgia de trombose é a única solução?

A indicação para a realização da cirurgia de trombose é apenas para quadros graves da doença. A recomendação em quadros de TVP ocorre em situações de insuficiência venosa, ou seja, o tratamento medicamentoso não conseguiu diluir o coágulo.

Quando há a trombose arterial, o procedimento é necessário em situações de obstrução total da circulação sanguínea, que pode acarretar em infarto agudo do miocárdio. É importante lembrar que a primeira opção de resolução será sempre o uso de medicamentos anticoagulantes e trombolíticos. 

A melhor forma de sanar todas as suas dúvidas sobre a necessidade da cirurgia de trombose é através da avaliação de uma cirurgiã vascular. Essa é a especialidade médica responsável por tratar os vasos e a circulação sanguínea.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgiã vascular em São Paulo! 

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

© Desenvolvido com pelo iMedicina. Todos os direitos reservados.