doenças arteriais

Qual a diferença entre doenças arteriais e doenças venosas?

Quando se trata de sistema circulatório, as veias correspondem aos vasos sanguíneos responsáveis por transportar o sangue até o coração. As artérias, por sua vez, são os vasos sanguíneos que cumprem o papel de carregar o sangue para fora do coração. Ambos os tipos de vasos podem sofrer danos e adoecer. Eles estão sujeitos a debilidades e podem ter disfunções sérias, a ponto de comprometer gravemente a saúde. Estamos falando das doenças venosas e doenças arteriais.

As duas são frequentemente confundidas, pois, de fato, possuem similaridades. Tanto as doenças venosas quanto as doenças arteriais são enfermidades vasculares, mas será que há diferenças entre elas? Leia o artigo e descubra!

Doenças arteriais x Doenças venosas

A principal e mais básica diferença entre doenças arteriais e doenças venosas consiste no fato de que as doenças arteriais atingem as artérias e as venosas atingem as veias. A constatação pode parecer óbvia, mas esses dois grupos de doenças são bastante complexos e merecem aprofundamento sério.

Principais doenças venosas e arteriais

As principais doenças venosas são as veias varicosas, telangiectasias, trombose venosa profunda, inflamação venosa e insuficiência venosa crônica. Essas condições podem estar associadas a fatores genéticos, permanência prolongada na mesma posição, obesidade, sedentarismo. Os sintomas mais comuns são o inchaço e as dores nos membros inferiores.

Já as doenças arteriais mais comuns incluem a aterosclerose, aneurisma,  claudicação, estenose da artéria renal, doença vascular diabética, embolia pulmonar, isquemia mesentérica   e doença arterial carotídea. Os fatores de risco para o desenvolvimento de enfermidades nas artérias são a diabetes mellitus, colesterol alto, tabagismo, hipertensão, idade avançada, entre outros.

Doença Arterial Obstrutiva Aterosclerótica e Insuficiência Venosa Crônica

Precisamos conversar separadamente sobre essas duas doenças tão preocupantes que acometem artérias e veias, podendo dar início a uma série de complicações vasculares. 

A doença arterial obstrutiva aterosclerótica, ou simplesmente aterosclerose, é o acúmulo de gorduras, de colesterol e outras substâncias nas paredes arteriais e dentro delas. Ela é a principal causa de doença arterial periférica e apresenta alta taxa de mortalidade no mundo inteiro. As manifestações dessa condição incluem dilatação dos vasos sanguíneos, dor de cabeça, dor no peito, dores nos braços e pernas.

Do outro lado está a insuficiência venosa crônica (IVC), condição circulatória grave que é  caracterizada pelo mau funcionamento das válvulas das veias, o que gera o acúmulo de sangue e pressão excessiva nas paredes venosas. Tal doença pode resultar em sintomas como sensação de peso nas pernas, dor, formigamento, coceira na pele, inchaço e veias dilatadas. Se não for corretamente tratada, pode acarretar outros problemas, como trombose, úlceras varicosas e embolia pulmonar.

Tratamento de doenças venosas e arteriais

O tratamento de doenças venosas e doenças arteriais depende diretamente do grau de comprometimento das veias e artérias, das manifestações sintomáticas e das condições clínicas do paciente.

Conforme cada quadro, podem ser necessárias medidas como mudança no estilo de vida, uso de medicação e, até mesmo, cirurgia. As opções terapêuticas devem ser discutidas com o médico vascular.


Quer saber mais sobre doenças arteriais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como
cirurgiã vascular em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

© Desenvolvido com pelo iMedicina. Todos os direitos reservados.