vasculite

Conheça os Sintomas e Tratamento da Vasculite

A vasculite é uma condição caracterizada pela inflamação da parede de vasos sanguíneos, sejam eles veias ou artérias de pequeno, médio ou grande calibre. Essa doença inflamatória pode atingir os vasos de diferentes partes do corpo, como por exemplo, os rins, sistema nervoso central e vias respiratórias.

Em decorrência da vasculite, as paredes das veias e artérias sofrem modificações que alteram sua funcionalidade. Elas se tornam mais espessas e atraem células do sistema de defesa do organismo, células estas que acumulam no interior do vaso.

Tal processo inflamatório pode gerar estenose (estreitamento) que dificulta o fluxo sanguíneo e pode obstruí-lo completamente. Quando isso acontece, órgãos e tecidos irrigados pelos vasos que estão inflamados deixam de receber o sangue e nutrição necessários para seu funcionamento e sobrevivência.

O vaso fortemente afetado pela vasculite apresenta uma maior propensão a sofrer mudanças estruturais como o enfraquecimento de sua parede. Com isso, ele tem mais chances de desenvolver hemorragias e aneurismas.  Quer saber mais sobre os tipos de vasculite, seus principais sintomas e possíveis tratamentos? Leia o artigo e fique por dentro do assunto.

Quais os tipos de vasculite?

A vasculite pode acontecer com pessoas de ambos os sexos, em qualquer faixa-etária. As inflamações nos vasos sanguíneas podem ser categorizadas como primárias ou secundárias. 

A vasculite primária é o tipo mais raro, que agride diretamente os vasos. As causas não são claramente definidas, mas sabe-se aqui que a inflamação não é decorrente de outro tipo de enfermidade.

Já a vasculite secundária é mais comum e  está sempre associada a outra doença de base, como infecções virais, reações alérgicas, alguns tipos de câncer e doenças autoimunes, a exemplo da artrite reumatoide, esclerodermia e lúpus.

Quais são os sintomas de vasculite?

A vasculite está associada a múltiplos sintomas, sendo que as manifestações variam de acordo com os órgãos afetados e vasos inflamados. De modo geral, os sinais são inespecíficos nas fases iniciais, o que pode fazer com que a vasculite seja confundida com outros quadros inflamatórios.

Normalmente a pessoa com vasculite pode ter febre, mal estar e sudorese, entre outros. Cansaço, fraqueza, diminuição do apetite e emagrecimento sem outra causa aparente também podem ser sentidos. À medida que a inflamação evolui e a depender da existência de doença subjacente, o paciente pode apresentar manifestações clínicas. Dentre elas, urina escura ou com sangue, dor abdominal, dor articulatória, manchas cutâneas, trombose e perda de sensibilidade em determinadas regiões, além de dormência e formigamento.

Como tratar a vasculite?

O primeiro passo para tratar a vasculite da maneira adequada consiste em estabelecer o diagnóstico correto. Como em, muitos casos, os sintomas são inespecíficos. A progressão da doença inflamatória é lenta, diagnosticá-la é realmente um desafio. Para tanto, é necessário considerar o histórico do paciente, avaliar as manifestações clínicas e realizar exames de sangue e imagem.

Fechado o diagnóstico, o tratamento deve ser iniciado a fim de reduzir a inflamação nos vasos. Eventualmente a vasculite é autolimitada e desaparece de maneira espontânea. Mas, na maioria dos casos, é preciso tratá-la com medicação esteroide. Em casos mais graves, fármacos citotóxicos e imunossupressores podem ser necessários.

A automedicação é contraindicada em todas as situações. Afinal, somente o médico pode indicar o tipo de medicamento, dosagem e duração ideal do tratamento. Esse profissional também é responsável por avaliar o risco-benefício dos remédios e introduzir medidas para evitar efeitos adversos. Um dos efeitos adversos, por exemplo são as infecções oportunistas. 

Quer saber mais sobre vasculite? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgiã vascular em São Paulo!

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe

© Desenvolvido com pelo iMedicina. Todos os direitos reservados.