tratamento esclerosante de varizes

Como funciona o tratamento esclerosante de varizes?

As varizes são veias dilatadas, tortuosas e disfuncionais que apresentam cor azulada, avermelhada ou arroxeada, sendo perceptíveis a olho nu. Segundo a Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular, as varizes afetam 45% das mulheres e 30% dos homens a partir dos 30 anos de idade.

Elas podem ter relação com múltiplos fatores, incluindo herança familiar, gestação e envelhecimento. Sobrepeso, obesidade, permanência prolongada na mesma posição e histórico de trombose também são fatores de risco.

As varizes vão muito além de questões estéticas. Elas prejudicam a saúde e podem provocar sintomas incômodos como dor, sensação de peso nas pernas, queimação nos membros inferiores, inchaço na panturrilha, pés e tornozelos, coceira sobre as veias varicosas.

Com o passar dos anos, as medicina tem avançado e novas tecnologias têm surgido para diversificar o tratamento das varizes. Atualmente, uma das maneiras mais eficazes de combater esse problema vascular é o tratamento esclerosante. Quer entender como ele funciona? Leia o artigo e saiba mais!

O que é mesmo tratamento esclerosante para varizes?

Também chamado de escleroterapia, esse tratamento corresponde a uma técnica não cirúrgica voltada para a eliminação das varizes. Essa é uma técnica moderna que consiste na injeção ou aplicação de material esclerosante na região atingida pelas varizes. 

Como funciona esse tratamento?

No tratamento em questão, a substância esclerosante – normalmente glicose ou espuma de polidocanol – entra na área a ser tratada e provoca uma inflamação no local. Essa inflamação, então, dá início a um processo de cicatrização na veia varicosa e, com isso, a passagem para a circulação sanguínea é propositalmente obstruída na área. Sem circulação de sangue na região, as varizes perdem a tonalidade característica se tornam imperceptíveis.

Para que tipo de veia o tratamento esclerosante é indicado?

A escleroterapia é indicada para tratar os chamados vasinhos ou varizes de 1 a 2 mm de diâmetro. Veias varicosas de grosso calibre devem ser tratadas de outra forma, pois o tratamento esclerosante pode não surtir resultados significativos nesses casos. O próprio angiologista ou cirurgião vascular, após a avaliação do quadro, pode orientar o paciente quanto a melhor opção para cuidar de sua condição.Tenha em mente que a escleroterapia é um tratamento excelente para varizes, mas não é o único.

Por que recorrer ao tratamento esclerosante?

O tratamento esclerosante para varizes oferece uma série de benefícios. Entre eles está o fato de proporcionar uma rápida recuperação, já que não é um método cirúrgico. O procedimento é rápido e, apesar de produzir certo desconforto durante a aplicação da substância, é plenamente suportável.

Outra vantagem clara é que esse tipo de tratamento melhora a estética da região tratada. Além disso, ameniza sintomas como dores e inchaços. Tudo isso impacta positivamente a autoestima, saúde, bem-estar e qualidade de vida da pessoa que opta por esse tratamento. Se bem indicado e bem conduzida, a escleroterapia vale muito a pena

Quer saber mais sobre escleroterapia? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgiã vascular em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

© Desenvolvido com pelo iMedicina. Todos os direitos reservados.