Sem filtro - Varizes e vasinhos quais as diferenças entre eles

Varizes e vasinhos: qual a diferença?

A presença de varizes e vasinhos incomoda milhares de pessoas, principalmente as mulheres ou quem tem mais de 30 anos. Outros grupos populacionais também podem sofrer com a alteração vascular. Esses distúrbios não são apenas um incômodo estético: os sintomas podem ser bem desconfortáveis, inclusive.

De toda forma, o significado dos dois termos gera uma frequente confusão. Afinal, o que são varizes e o que são vasinhos? Há diferença entre eles? Vou elucidar essas e outras questões neste texto. Continue a leitura para saber mais.

Diferenças e características das varizes e vasinhos

Para entender melhor as diferenças, vamos estudar primeiramente as características de cada um dos distúrbios.

Vasinhos

Também chamados de telangiectasias, os vasinhos são pequenas veias dilatadas que dificultam a circulação sanguínea nas pernas. Costumam ter, no máximo, um milímetro de diâmetro. Eles ficam nas camadas mais superficiais da pele, razão pela qual é possível vê-los facilmente em muitos casos.

Varizes

As varizes são veias dilatadas e tortuosas, que também atrapalham a circulação sanguínea e o bombeamento de sangue das pernas de volta para o coração. Contudo, elas são maiores que um milímetro, podendo, inclusive, ser bem grandes. Elas ficam localizadas abaixo da pele. O que torna a visão possível é o tamanho e o fato de que, frequentemente, veias varicosas ficam mais “saltadas”.

Ou seja, tanto as varizes quando os vasinhos são o mesmo tipo de problema, mas em diferentes escalas. Médicos chamam os vasinhos, inclusive, de microvarizes.

Isso não significa que todos os vasinhos vão necessariamente se transformar em varizes, nem que toda variz começa menor. Os dois distúrbios não tẽm relação direta, pois se tratam de veias diferentes. O que pode acontecer é que, sem o tratamento adequado, mais veias sejam acometidas pela insuficiência venal. Nessas situações, o paciente permaneceria com os vasinhos que já tem e, possivelmente, teria novas varizes ao mesmo tempo.

Quais são as causas das varizes e vasinhos?

As causas por trás de ambas as enfermidades são similares:

  • obesidade ou sobrepeso;
  • gravidez;
  • desequilíbrios hormonais;
  • genética;
  • sedentarismo;
  • uso constante de pílulas anticoncepcionais, dentre outros fatores.

Quais são os tratamentos?

Na hora de tratar, você perceberá mais diferenças. Como são veias dilatadas e com diferentes gravidades, o tratamento é específico para cada caso. Os vasinhos podem ser removidos com injeções de produtos desenvolvidos especialmente para secá-los, uma técnica chamada de escleroterapia.

Já as varizes, normalmente, exigem intervenções mais complexas A escleroterapia também pode ser aplicada, no entanto, com produtos e métodos diferentes. Frequentemente, o médico indicará uma combinação de remédios e pomadas para alívio de sintomas, além do de meias de compressão para melhorar a circulação no local. Se for necessário, há também cirurgias para remoção das veias varicosas.

Tratar varizes e vasinhos é importante, principalmente no caso da primeira. Às vezes, o incômodo pode ser somente estético. De toda forma, as varizes são graves, já que podem formar coágulos que podem viajar pelo corpo, ou causar a trombose. Procure um angiologista para iniciar os tratamentos adequados rapidamente.

Quer saber mais? Clique no banner!

Cirurgia Vascular em Brooklin PaulistaPowered by Rock Convert

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

© Desenvolvido com pelo iMedicina. Todos os direitos reservados.